O baterista de todas as bandas

Duda Lazarini 2Você pode até não reconhecer o nome, ou o rabinho de cavalo já branco cruzando seu caminho durante uma balada da cidade. Mas é certo que já ouviu e dançou muito ao som das baquetas de Duda Lazarini, que está completando 30 anos de carreira. Balaco, Pó de Café, Dr. Ostrócio e A Selva são alguns dos projetos que estão sob sua batuta.

Natural de Barretos, Duda está em Ribeirão Preto desde 1986 e já tocou em praticamente todos os lugares possíveis da cidade. E com um currículo que abrange Guilherme Arantes, Sambô e a cantora italiana Barbara Casini, ele comemora três décadas dedicadas à música nesta quarta-feira (12/03), com um show de releituras do jazz e da música brasileira. Entre as participações especiais, estarão Murilo Barbosa (piano), Rubinho Antunes (trompete), Bruno Barbosa (contrabaixo), Marcelo Toledo (saxofone), Mauro Zacharias (trombone), Leandro Cunha (teclados) e Vanderlei Henrique (saxofone).

Confira a entrevista que ele concedeu ao Varal Diverso.

Nos anos 1980, você encontrou boas oportunidades em Ribeirão como músico?
Sim. Me mudei pra poder justamente trabalhar como músico e, nesta época, Ribeirão tinha uma noite muito promissora. Eu trabalhava em casas noturnas tocando de segunda a segunda.

Duda Lazarini e Mauro Zacharias, em 1991, na Fascinação

Duda Lazarini e o trombonista Mauro Zacharias, em 1991, na Fascinação Banda Show

Como foi que tudo começou?
Toco desde meus 16 anos, profissionalmente, mas meu primeiro trabalho importante foi com a Fascinação Banda Show, de Taquaritinga, e eu entrei lá com 24 anos.

Quais foram os momentos mais importantes e que te consolidaram como baterista?
Acredito que todos projetos que participei foram muito importante para minha formação, mas posso destacar o período de 7 anos que fiquei na Fascinação (1989 até 1996), e de 1998 até 2001, quando acompanhei Guilherme Arantes por todo o país e gravei o disco Aprendiz com ele.

Como tem sido suas experiências no exterior? Você nota alguma diferença entre a recepção do público brasileiro e do público internacional?
Toquei na Itália com o musico clarinetista Gabriele Mirabasi e com a cantora Barbara Cassini, além de ter participado, em Bogotá (Colômbia), do Festival Internacional da Canção Infantil Caribenha com o músico Márcio Coelho. Lá, também dei palestras sobre ritmos brasileiros. Em se tratando de exterior, sim, nossa música é muito respeitada e o público é extremamente diferente. As pessoas são muito mais receptivas ao que tocamos e nos tratam como verdadeiros artistas.

Duda Lazarini 3

Como apaixonado pela música instrumental, quais são suas grandes influências?
A música instrumental sempre foi muito importante, pois como músico encontrei a melhor forma e liberdade de expressão com ela. Entre minhas principais influências estão Miles Davis, Astor Piazzola, John Coltrane, Art Blakey, Max Roach, Banda Black Rio, Chick Corea e Bill Evans.

Duda Lazarini 1Nunca pensou em viver na capital por conta do mercado de trabalho?
Com 4 filhos pra criar, optei por morar em Ribeirão pela qualidade de vida. Morei um ano em Sampa, mas não deu para levá-los, então tive que ficar por aqui mesmo.

E o que podemos esperar do show de quarta-feira?
Nesse show faço exatamente o que sempre fiz. Armei um repertório para o público que acredito ser o ideal, com apenas uma música minha. Escolhi músicas de alguns amigos que ainda não foram gravadas, além de um arranjo especialmente feito para bateria da música “Conversa de botequim”, de Noel Rosa e Vadico.

Duda Lazarini Leandro Cunha Lisboa

Duda Lazarini e o tecladista Leandro Cunha, em Lisboa (Portugal)

SERVIÇO
Duda Lazarini: 30 anos
12/03 (quarta), às 20h30
R$ 2 (comerciário) / R$ 5 (meia) / R$ 10

Auditório do Sesc Ribeirão Preto
Rua Tibiriçá, 50 (Centro)
Informações: 3977-4477

Texto: Francine Micheli
Edição: Paulo Gallo
Fotos: Arquivo Pessoal/Divulgação

Anúncios

Festival de Música celebra a primavera

Larissa Baq02

Larissa Baq/Varal Diverso

Mais de vinte artistas locais vão se apresentar, gratuitamente, neste mês, na primeira edição do festival de música RibeirãoShopping Spring Music. A partir desta segunda-feira (30/09), até o próximo dia 13/10, atrações diárias se revezarão em dois espaços do centro de compras.

No Piano Gourmet, localizado no nível Nova Aliança, os pianistas Toninho Diniz e Paulo Lakimé se apresentam acompanhados por vários músicos e cantores, como Alessandra Ramos, Mauro Zacharias, Bia Moretti, entre outros, relembrando vários sucessos da MPB e da bossa nova, sempre a partir das 18h.

Mauro

Mauro Zacharias/Varal Diverso

Uma série de pocket shows também será realizada no mall da 7ª Expansão (onde foi instalado o Jardim Suspenso), com apresentações diárias marcadas para às 20h, com vários artistas locais. Entre eles, Larissa Baq, Carla Portinari, Pó de Café Quarteto, Alessandra Freire, Mariana Mestriner, entre outros.

Veja a programação completa
30/9 (segunda), às 18h – Toninho Diniz (piano) & Alessandra Ramos (voz)
30/9 (segunda), às 20h – Max Eletroacústico
01/10 (terça), às 18h – Paulo Lakimé (piano) & Mauro Zacharias (trombone)
01/10 (terça), às 20h – Fred Sun Walk
02/10 (quarta), às 18h – Paulo Lakimé (piano) & Mirella (voz)
02/10 (quarta), às 20h – Pó de Café Quarteto
03/10 (quinta), às 18h – Toninho Diniz (piano) & Paulo Lakimé (saxofone)
03/10 (quinta), às 20h – Carla Portinari
04/10 (sexta), às 18h – Paulo Lakimé (piano) & Bia Moretti (voz)
04/10 (sexta), às 20h – Larissa Baq
05/10 (sábado), às 18h – Toninho (piano) & Paulo Lakimé (saxofone)
05/10 (sábado), às 20h – Mariana Mestriner
06/10 (domingo), às 18h – Paulo Lakimé (piano) & Fernando Figueira (baixo)
06/10 (domingo), às 20h – Orlando Ferreira
07/10 (segunda), às 18h – Toninho Diniz (piano) & Alessandra Ramos (voz)
07/10 (segunda), às 20h – Camila Kerr
08/10 (terça), às 18h – Paulo Lakimé (piano) & Mauro Zacharias (trombone)
08/10 (terça), às 20h – Pó de Café Quarteto
09/10 (quarta), às 18h – Paulo Lakimé (piano) & Mirella (voz)
09/10 (quarta), às 20h – Alessandra Freire
10/10 (quinta), às 18h – Toninho Diniz (piano) & Paulo Lakimé (saxofone)
10/10 (quinta), às 20h – Rod Of Blues
11/10 (sexta), às 18h – Paulo Lakimé (piano) & Bia Moretti (voz)
11/10 (sexta), às 20h – Bia Mestrinér
12/10 (sábado), às 18h – Toninho Diniz (piano) e Paulo Lakimé (saxofone)
12/10 (sábado), às 20h – Mariana Mestriner
13/10 (domingo), às 18h – Paulo Lakimé (piano) & Fernando Figueira (baixo)
13/10 (domingo), às 20h – Banda Ponto Trinta

Lakime

Paulo Lakimé/Varal Diverso

Texto: Analídia Ferri
Edição: Paulo Gallo

Programação Fnac (outubro)

Acompanhe abaixo a programação de outubro da Fnac (lembrando que é gratuita). A Fnac fica no Ribeirão Shopping (av. Cel. Fernando Ferreira Leite, 1540). Mais informações no site da loja.

5/10 (quarta), às 19h30 – Lançamento: Calendário 2012 do Hospital de Retaguarda São Francisco de Assis
O Hospital de Retaguarda São Franciso, entidade filantrópica que presta assistência a enfermos acamados em grave estado de saúde, lança com exclusividade na Fnac o calendário 2012.

7/10 (sexta), às 20h – Pocket show: Joe Lally (EUA)
Joe Lally ficou conhecido como baixista da lendária banda americana Fugazi. Antes da música solo, Lally colaborou com John Frusciante (Red Hot Chilli Peppers), fã declarado do Fugazi. Seu primeiro disco solo, There To Here (2006), contou com o percussionista Mauricio Takara e o guitarrista Fernando Cappi (Hurtmold), que trouxeram um toque de “brasilidade” para sua música. Este ano, Joe apresenta o disco Why Should I Get Used To It e conta com a companhia ao vivo de Fabio Chinca e Elisa Abela. O pocket show acontece através do projeto Groselha Fuzz Sessions. Mais informações no site do Groselha.

8/10 (sábado), às 15h – Lançamento do livro Pepe: em defesa da natureza
Em comemoração ao Dia das Crianças, a jornalista e escritora Renata Canales lança a obra infantil Pepe: em defesa da natureza. A autora contará, pessoalmente, a história do menino Pepe, um garoto muito esperto e preocupado com a natureza. Além da autora, o evento contará com os atores do grupo Viverart que darão vida aos personagens e vão levar a criançada e as famílias para uma viagem fantástica ao mundo mágico dos livros infantis.

13/10 (quinta), às 19h30 – Debate: Cultura em rede: alternativas sustentáveis
Em tempos em que a comunicação se faz através de um clique, as organizações em rede se mostram como um novo caminho para o meio de vida e de trabalho. Paralelo a tudo isso, a economia solidária nos apresenta um novo modelo econômico. A Fnac, em parceria com o Circuito Fora do Eixo através do Coletivo Fuligem, apresenta o projeto Conversas Infinitas e traz para o debate os conceitos de autogestão e construção colaborativa. Convidada: Roberta Henriques, coordenadora do Banco da Casa Fora do Eixo Minas Gerais.

14/10 (sexta), às 19h30 – Debate: Cobertura Colaborativa: Jornalismo no século XXI
Conceitos de comunicação colaborativa remetem aos anos 2000 justamente por esbarrarem na popularização da internet, do blog e na criação participativa de conteúdos. Midialivrismo e democratização da comunicação são as pautas dessa geração de comunicadores. O debate faz parte do projeto Conversas Infinitas do Festival Fagulha de Artes Integradas e convida gestores de diferentes coletivos para explanar sobre os temas que margeiam o cooperativismo. Convidado: Gabriel Ruiz, gestor do Enxame Coletivo, do projeto E-Colab (Bauru) e da Cobertura Colaborativa do Circuito Mineiro de Festivais.

18/10 (terça), às 19h – Oficina de redação: dicas e técnicas de redação para vestibulares
Em parceria com o Criar – Sistema de Ensino de Língua Portuguesa e o site Virando Bixo, a Fnac apresenta a Oficina de redação para Unicamp, Unesp e Fuvest, com o professor de redação Luiz Cláudio Jubilato, especialista em vestibulares. A oficina contará com o método mais seguro para elaborar uma redação dissertativa e dará dicas para o estudante não errar nesta etapa, que é eliminatória dos vestibulares.

19/10 (quarta), às 19h30 – Exposição Tipo um Jazz, de Ruy Marques
O artista ribeirãopretano Ruy Marques Ferreira apresenta a sua segunda exposição, intitulada Tipo um Jazz. A exposição traz oito telas pintadas em 2011, utilizando técnicas como giz pastel oleoso, tinta acrílica e nanquim. O pintor cria um início que vai se transformando organicamente, que resulta num trabalho em camadas. Exatamente como o ritmo que a exposição homenageia. O vernissage terá a participação especial do quarteto Pó de Café.

20/10 (quinta), às 19h30 – Workhosp: O novo marketing e posicionamento digital
As redes sociais deixaram de ser apenas diversão e passaram a poderosas ferramentas para relacionamento e marketing de empresas. Muito se tem falado sobre o novo marketing e a importância do posicionamento digital das empresas. Essa é uma mudança de paradigmas na forma como as empresas se comunicam e se relacionam com seus clientes. Mas, e na prática, como fazer essa mudança acontecer? Quem vai ajudar a responder essas perguntas é Edmar Bulla, responsável pelo Blog Sulfúrico.

24/10 (segunda), às 19h30 – Debate: Parto anônimo: reinventando a Roda?
No último ano, ocorreram, pelo menos, 20 casos de abandono de recém-nascidos no país. O abandono em série reacendeu o debate sobre o direito ao parto anônimo. Alguns países adotam a prática que permite a gestante o direito ao pré-natal, e que possa entregar o bebê para adoção no hospital sem se identificar. O IBDFAM (Instituto Brasileiro de Direito da Família) foi autor de um anteprojeto semelhante, que trouxe de volta à polêmica. Bate-papo com a profa. Esp. Fernanda Carneiro Bueno e prof. Dr. Hermes de Freitas Barbosa.

25/10 (terça), às 19h30 – Debate: O DNA a serviço da justiça
A Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou um projeto de lei que obrigada a coleta de amostras de DNA de criminosos condenados por crime hediondo ou praticado com violência contra pessoa. Para discutir esse tema, foram convidados profissionais capacitados e envolvidos no tema. Entre eles, a convidada Dra. Eloísa A. Bittencourt.

27/10 (quinta), às 19h30 – Workshop: Cérebro saudável: como manter a mente lúcida
Sóter Vieira, diretor da 1ª academia de ginástica para o cérebro de Ribeirão Preto, apresentará o workshop com técnicas e exercícios para mantermos o cérebro ativo, mesmo nas idades mais avançadas, preservando e melhorando as funções cognitivas, memória e agilidade mental, prevenindo inclusive, doenças degenerativas do cérebro como o Mal de Alzheimer.

Fnac Kids (programação infantil)

Canto do Conto (aos sábados, às 15h)
Contação de histórias com o grupo Viverart
01/10: Dewey, O Gato da Biblioteca
15/10: Oficina Musical
22/10: O Rei Distraído